Seu Carro foi Rebocado?
CLIQUE AQUI
Buscar
 
 

Resultados por:
 

 


Rechercher Busca avançada

Vote no Forum PrtPspDt
Top Sites e Foruns
Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 27 em Qua Set 11, 2013 9:44 pm
Últimos assuntos
» Legislação Rodoviária
Seg Jun 20, 2016 7:16 pm por house

» Site livre com Legislação de apoio Policial
Sab Maio 28, 2016 2:18 pm por Raí

» Uso e posse de bastão extensível por elementos da GNR
Qua Set 16, 2015 10:47 pm por house

» COMUNICADO - POLÍCIAS EM PROTESTO - 18AGO2015
Qui Ago 20, 2015 5:29 am por vmbazevedo

» Leg. Avulsa - Armas
Seg Ago 26, 2013 5:29 pm por anjovadio

» Leg. Avulsa - Transporte Bens Alimentares
Seg Out 15, 2012 9:37 pm por PrtPspDt

» Crónica de paulo Rodrigues-Presidente da ASPP/PSP ao Correio da Manhã
Sab Set 08, 2012 4:11 pm por agostopinto

» Leg. Avulsa - Veículos de Aluguer Sem Condutor
Qui Ago 09, 2012 4:40 pm por anjovadio

» autos de exame direto de armas
Qui Ago 02, 2012 10:20 pm por snake

Origem dos Visitantes
free counters
Março 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Calendário Calendário

Votação

Como descobriram o Fórum

28% 28% [ 41 ]
6% 6% [ 8 ]
3% 3% [ 5 ]
7% 7% [ 10 ]
46% 46% [ 67 ]
10% 10% [ 14 ]

Total dos votos : 145

Os membros mais ativos do mês
PJFM89
 


Finanças enganaram-se no valor da receita das multas de trânsito

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Finanças enganaram-se no valor da receita das multas de trânsito

Mensagem por anjovadio em Sex Jul 23, 2010 6:50 pm

Finanças enganaram-se no valor da receita das multas de trânsito


Os dados da execução orçamental até Junho apontam para uma drástica redução das receitas das multas do Código da Estrada, cerca de dez vezes inferior ao ano passado. Mas a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) garante que estão errados.

O relatório mensal elaborado pela Direcção-Geral do Orçamento, publicado anteontem, terça-feira, no site do Ministério das Finanças (MF), revela que até Junho deste ano o Estado arrecadou apenas 3,6 milhões de euros com a cobrança de multas ao Código da Estrada. O que, a confirmar-se, corresponderia a uma diminuição de 88,2% face a igual período do ano passado, quando foram contabilizados 30,4 milhões de euros em receitas de multas.

Contudo, confrontada com as razões para tão drástica redução da receita, a ANSR garantiu ao JN que os valores estão errados e que "desconhece a base que terá servido para o se u cálculo".

Numa resposta por escrito ontem enviada ao JN, o vice-presidente da ANSR, Rui Sousa, garantiu que, até Junho, os valores da receita proveniente dos autos de contra-ordenação ascende a mais de 38,9 milhões de euros (ou seja, dez vezes mais do que o valor que vem inscrito na tabela de receitas publicada pelas Finanças). E também aproveita para corrigir o valor relativo às receitas do 1º semestre de 2009, que ascendeu a 40,4 milhões de euros e não aos 30,4 que constam do documento.

O JN questionou, por escrito, o Ministério das Finanças sobre estas disparidades e tentou insistentemente obter um esclarecimento para esta situação. Mas, até à hora do fecho desta edição, não houve qualquer explicação para o que aparenta tratar-se de um erro.

Aliás, consultando os boletins publicados pelo MF desde o início do ano, percebe-se que as receitas das multas vêm sempre a subir consistentemente até Abril (altura em que a scende a 22,5 milhões de euros) e dão um "tombo" em Maio, quando descem abruptamente para 1,4 milhões de euros (o que seria impossível visto que se trata de um cálculo cumulativo).

De acordo com os dados da ANSR, há um decréscimo de cerca de 1,5 milhões de euros no valor das receitas das multas cobradas até Junho, comparativamente com o mesmo período do ano passado, o que confirma uma tendência decrescente já registada no ano passado: em 2009, primeiro ano após a reorganização da GNR e extinção da Brigada de Trânsito, os militares da GNR levantaram cerca de 400 mil autos, menos 150 mil do que no ano anterior e abaixo da média dos últimos quatro anos, em que rondaram os 500 mil/ano.

José Manageiro, dirigente da Associação dos Profissionais da Guarda (APG), não gosta de falar em "greve de zelo", mas admite que este decréscimo "só confirma que não há reformas que funcionem quando são feitas contra as pessoas", aludindo ao descontentamento que reina entre os militares do trânsito após a extinção da Brigada de Trânsito da GNR. O responsável diz que as carências são gritantes - falta de efectivos, viaturas e até de rádios, que obrigam os militares a usar os telemóveis pessoais para comunicar - e estranha que a prioridade do Ministério da Administração Interna tenha sido equipar as forças de segurança com 1100 computadores portáteis "para facilitar a cobrança de multas", quando as necessidades de outros meios são tão evidentes.

Fonte: http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Nacional/Interior.aspx?content_id=1624679
avatar
anjovadio
Moderadores Globais
Moderadores Globais

Mensagens : 240
Data de inscrição : 25/08/2009
Idade : 51
Localização : Porto

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum