Seu Carro foi Rebocado?
CLIQUE AQUI
Buscar
 
 

Resultados por:
 

 


Rechercher Busca avançada

Vote no Forum PrtPspDt
Top Sites e Foruns
Quem está conectado
3 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 3 Visitantes

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 27 em Qua Set 11, 2013 9:44 pm
Últimos assuntos
» Legislação Rodoviária
Seg Jun 20, 2016 7:16 pm por house

» Site livre com Legislação de apoio Policial
Sab Maio 28, 2016 2:18 pm por Raí

» Uso e posse de bastão extensível por elementos da GNR
Qua Set 16, 2015 10:47 pm por house

» COMUNICADO - POLÍCIAS EM PROTESTO - 18AGO2015
Qui Ago 20, 2015 5:29 am por vmbazevedo

» Leg. Avulsa - Armas
Seg Ago 26, 2013 5:29 pm por anjovadio

» Leg. Avulsa - Transporte Bens Alimentares
Seg Out 15, 2012 9:37 pm por PrtPspDt

» Crónica de paulo Rodrigues-Presidente da ASPP/PSP ao Correio da Manhã
Sab Set 08, 2012 4:11 pm por agostopinto

» Leg. Avulsa - Veículos de Aluguer Sem Condutor
Qui Ago 09, 2012 4:40 pm por anjovadio

» autos de exame direto de armas
Qui Ago 02, 2012 10:20 pm por snake

Origem dos Visitantes
free counters
Junho 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Calendário Calendário

Votação

Como descobriram o Fórum

28% 28% [ 41 ]
6% 6% [ 8 ]
3% 3% [ 5 ]
7% 7% [ 10 ]
46% 46% [ 67 ]
10% 10% [ 14 ]

Total dos votos : 145

Os membros mais ativos do mês


Polícia Municipal vs PSP

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Polícia Municipal vs PSP

Mensagem por PrtPspDt em Ter Jan 25, 2011 6:49 pm



Não há cor partidária. Nem norte e sul. Quando a ordem é para facturar, não há rivalidades! António Costa e Rui Rio querem transferir a fiscalização do trânsito da PSP para as polícias municipais de Lisboa e do Porto, respectivamente. E as receitas das multas, também. E até já sorriem, juntos, para a fotografia

António Costa, autarca lisboeta, é socialista. Rui Rio, autarca portista, é socialdemocrata. O primeiro gosta de andar a pé pela capital, mas, curiosamente, foi apanhado em excesso de velocidade, sentado no banco de trás de um veículo oficial, quando se dirigia para um jogo de futebol para o qual fora convidado. É benfiquista e gosta muito de futebol.

O segundo, ao que se sabe, não é grande apreciador do desporto-rei e até já esteve uma quezília com o pre - sidente do Futebol Clube do Porto, Pinto da Costa. Gosta de corridas de automóveis, sobretudo das provas de clássicos, e nunca fez gala de gostar de passeios pedestres, mas, apesar disso, desconhecem-se infracções graves cometidas ao Código da Estrada.

Pelo descrito atrás, poder-se-ia concluir que não existem pólos de liga - ção entre António Costa e Rui Rio. Não é bem assim. Agora há uma causa comum a unir as lideranças à beira do Tejo e do Douro.

Trata-se de uma união estratégica, que tem como pano de fundo a crise económica e a debilidade das contas dos respectivos municípios, e que visa a transferência das competências das multas de trânsito da Polícia de Segurança Pública (PSP) para a Polícia Municipal (PM). Uma medida ainda envolta em mistério (e que carece de aprovação em assembleia), mas que, a concretizar-se, deixa as duas maiores cidades do país com o monopólio do trânsito, e das receitas provenientes das contra-ordenações. Basta recordar que a EMEL responde já, na capital, à Câmara Municipal de Lisboa (CML); e que a Câmara Mu ni cipal do Porto (CMP) já gere o estacio namento e os próprios parquí metros da cidade. No actual contexto, as autarquias recebem 30% do total das coimas da Divisão de Trânsito da PSP, uma fatia que, no novo modelo de fiscalização, deverá aumentar de forma considerável.

AFINAL, QUEM FICA COM AS MULTAS?

O encontro de políticas de fiscalização do trânsito entre Lisboa e Porto está em análise no Ministério da Administração Interna e poderá ter luz verde em breve. E o segredo pa - re ce ser a alma do protocolo, já que nenhuma das entidades envolvidas (CML, CMP e PSP) se disponibilizou, até ao fecho desta edição, a adiantar mais declarações sobre o assunto.

Da parte de António Costa e Rui Rio, as únicas palavras ouvidas sobre a questão foram as proferidas aos jornalistas, à saída da reunião, no Porto, onde foi celebrado o acordo. O autarca do PS enfatizou o problema actual da existência de uma “duplicação de meios”, re fe rin do-se às funções da PSP e PM na área do trânsito em Lisboa, mas esquecendo-se da actua - ção da EMEL na fiscalização do estacionamento, caso contrário, teria de referir-se a uma “terciarização”.

O antigo mi ni s tro do MAI de Só - cra tes acredita que esta duplicação leva a uma “descoordenação”, que o novo protocolo pretende eliminar. “Se dividirmos o trabalho, com as câmaras a tratar do tráfego e a PSP da segurança dos cidadãos, vamos ter um melhor trânsito em Lisboa e no Porto e duas cidades mais seguras, com a PSP a concentrar os recursos naquilo que deve, que é o combate à criminalidade e o reforço da segurança”, disse.

Rui Rio alinhou pelo mesmo dia - pasão. E, relativamente ao seu homó - lo go lisboeta, acrescentou quehaverá muito “a ganhar se estiver centrali - zado num lado”, sublinhando o incentivo que esta decisão traria para os próprios agentes.

E o que pensam estes? Estarão, de facto, entusiasmados? Ou estarão as duas autarquias e, em última ins tân - cia, o MAI, a comprar uma batalha semelhante à da extinção da Brigada de Trânsito da GNR? Para já, as fontes oficiais da PSP optam pelo silêncio. Mas já o Sindicato Nacional de Oficiais de Polícia (SNOP) considera esta mudança de tutelas um “escândalo nacional”. Em comunicado, o presidente do SNOP, António Resende da Silva, vai mais longe e mostra a sua visão sobre os motivos desta transferência de competências: “Mal-grado para algumas pessoas, nunca a PSP fará caça à multa, perseguindo os cidadãos para, quem sabe, resolver os problemas financeiros de qualquer câmara municipal”, pode ler-se, no comunicado da SNOP. ...

ATÉ PORQUE OS REBOQUES AUMENTARAM 50%

O timing para esta mudança na tutela da fiscalização do trânsito em Lisboa e Porto parece perfeito. Isto se tivermos em consideração que o Go - ver no publicou, no Diário da Re - pú blica, a 31 de Dezembro passado, uma portaria que, logo no dia seguinte (1 de Janeiro deste ano), entrou em vigor e aumenta em 50% a tarifa a pagar pelo desbloqueamento de um veículo.

Com a nova tabela, o desbloqueamento de um veículo ligeiro em infracção sobe de €30 para €60; no caso dos pesados, aumenta de €60 para €120; no dos motociclos, de €15 para €30. Facturação a dobrar numa das infracções mais “rentáveis”…

Se o veículo chegar a ser rebocado, o caso piora: o preço aumenta de €50 para €75, para os ligeiros, se for dentro das localidades. Mas se o veículo for levado para um parque fora da cidade, a taxa sobe de €60 para €90 até 10 quilómetros, sendo que, em distâncias superiores, cada quilómetro extra passa a custar €2.

No mesmo diploma, o Governo acrescenta que estas taxas não haviam sido alteradas desde a sua criação, em 2001. Ao mesmo tempo que alerta para o facto de, a partir de agora, passarem a existir subidas anuais indexadas à inflação do ano anterior, a entrar em vigor a cada dia 1 de Março. Quem não gostaria de dispor destas receitas?

Fonte: http://automotor.xl.pt/0211/300.shtm

___________________________________
Dicas Importantes:
- Respeite as Regras e conheça os Colaboradores
avatar
PrtPspDt
Administrador
Administrador

Mensagens : 220
Data de inscrição : 21/07/2009
Idade : 7
Localização : Porto

http://prtpspdt.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Polícia Municipal vs PSP

Mensagem por Moreira_Eco_Tango_VNG em Qua Jan 26, 2011 1:25 am

"No mesmo diploma, o Governo acrescenta que estas taxas não haviam sido alteradas desde a sua criação, em 2001."

É vergonhosa esta afirmação por parte do governo.
Eu inaugurei o reboque em Gaia e na altura, 1999 (se não estou em erro) custava 3000 escudos, sendo aumentado de seguida para 4000, se não me engano andou também nos 6 ou 7000 escudos e agora, antes desta última actualização, 50 €. Ou seja levou um aumento de mais de 300% em pouco tempo e agora mais outro aumento de 50%.
A estadia era de 200 ou 400 escudos, não tenho a certeza, passando para 10€, ou seja 2000 escudos. Aqui o aumento no mínimo foi de 500%.
Por mim, quando estiver no "esquema" do reboque, só reboque aqueles em houver chamada e haja mesmo necessidade disso. Fora isso é sempre "sem novidade".
As taxas podiam não ser alteradas desde 2001, mas antes foram bem alteradas. Engraçado é que o meu ordenado desde 2001 para cá não teve o mesmo aumento.

Isto é uma verdadeira roubalheira ao povo Português.

O governo quer resolver a crise económica com reboques e multas.
Agora não há pessoal nas Esquadra, mas para STOP's conseguem juntar um punhado deles. É só extorquir o povo...

Está bem que quem infringe deve ser autuado por isso, mas chegarmos ao ponto de não haver policiamento na rua me condições só para puxar o pessoal para o STOP é vergonhoso.

Como Polícia e cidadão até me sinto mal com o que está a acontecer.


Continuem a martelar forte e feio, isso é o que o governo quer. Se todos se baldassem a este atentado, de certeza que o governo começava a ter-nos mais em conta.
avatar
Moreira_Eco_Tango_VNG
Iniciado
Iniciado

Mensagens : 62
Data de inscrição : 13/09/2009
Idade : 43
Localização : PORTO - VNG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Polícia Municipal vs PSP

Mensagem por StopCop em Sab Jan 29, 2011 4:02 pm

@Moreira_Eco_Tango_VNG escreveu:
Isto é uma verdadeira roubalheira ao povo Português.

O governo quer resolver a crise económica com reboques e multas.
Agora não há pessoal nas Esquadra, mas para STOP's conseguem juntar um punhado deles. É só extorquir o povo...
.

Desde o inicio do ano que se tem visto diariamente pelo menos uma OP STOP, incrível, se o pessoal não constata infracções, colocam um Oficial na STOP obrigando-os a submeter todos os condutores ao DRÄGER, ou em alternativa colocam o radar...

O que interessa é o €€€€€€€€

Agora até o pessoal da Fiscalização tem de cumprir metas e operações Evil or Very Mad

O país tá mal, e a fonte de receita sai sempre do cidadão What a Face

Que ganha a Policia com isso? ...
avatar
StopCop
Cadete 1ª
Cadete 1ª

Mensagens : 224
Data de inscrição : 27/02/2010
Localização : Beira Interior

http://spppspcovilhactbranco.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Polícia Municipal vs PSP

Mensagem por house em Dom Jan 30, 2011 8:03 pm

O Polícia tem de cumprir metas? O Polícia não inventa!
Se não houver infracção, não há autuação... O Polícia só tem de fazer o seu trabalho...
No trânsito se não se fiscalizar faz-se o quê? Sandes mistas? haja vaga no bar... eh pá...
avatar
house
Iniciado
Iniciado

Mensagens : 55
Data de inscrição : 14/10/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Polícia Municipal vs PSP

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum